Correio Central
Voltar Notícia publicada em 22/01/2022

Ex-ministro Ricardo Salles pode disputar o Senado por Rondônia e Damares pelo Amapá?

Bolsonaro anunciou preferência por Damares em SP, e no mesmo dia saiu a notícia da provável candidatura de Ricardo Salles por Rondônia.

Redação - O site Extra de Rondônia, com sede em Vilhena (RO), divulgou na quarta-feira (19) uma publicação, assinada pela assessoria do empresário e pecuarista, Bruno Scheid (PL), de Ji-Paraná (RO), anunciando a pré-candidatura do ex-ministro Ricardo Salles a senador por Rondônia nas eleições de 2022.

A nota no site diz que “as articulações para a transferência do reduto eleitoral de Salles para Rondônia vêm sendo construídas pelo próprio Bruno Scheid”.

Coincidentemente, no mesmo dia em que a matéria da assessoria de Scheid foi publicada em Rondônia, o jornal O Globo repercutiu mais cedo uma entrevista do presidente Jair Bolsonaro confirmando seu convite para a ministra Damares Alves sair candidata ao Senado para fazer dobradinha com Tarcísio Gomes, em São Paulo.

Até o dia da entrevista de Bolsonaro, Damares era cotada para se candidatar a senadora pelo Estado do Amapá, inclusive na segunda-feira (17) ela postou uma mensagem metafórica afirmando que passou a tarde (navegando) em sites imobiliários procurando casa no Amapá. “Será que é caro alugar casa no Amapá”, perguntou Damares.  

      

Ricardo Salles é advogado, administrador e fundador do Movimento Endireita Brasil. Ele era tido como provável candidato a senador por São Paulo para fazer dobradinha com o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, preferido do presidente Jair Bolsonaro para disputar o governo do estado.

Salles, que é comentarista da Jovem Pan News, não deixou de demonstrar no Twitter seu apoio incondicional ao presidente Bolsonaro elogiando a indicação de Damares para a candidatura que ele também era cotado.

 

Na entrevista a Jovem Pan News, Bolsonaro disse que ainda não tá batido o martelo, mas “o convite foi feito, o Tarcísio gostou dessa possibilidade e ela ainda não se decidiu”. Se Damares não decidiu, ela pode ainda optar pela candidatura no Amapá. 

Sobre Ricardo Salles, Bolsonaro disse na entrevista em que Salles estava presente como apresentador que ele é um possível candidato a vice na chapa de Tarcisio Freitas, ou mesmo ao Senado, sem mencionar por qual Estado.

Em tempo: o ex-candidato a senador bolsonarista Jaime Bagattoli, de Vilhena, que deve disputar novamente este ano, também se filiou no PL em Rondônia.

Fonte: www.correiocentralro.com.br