Correio Central
Voltar Notícia publicada em 14/04/2023

Ouro Preto (RO): Júri condena a 42 anos de cadeia homem que matou mãe e arrancou a cabeça da filha de 11 anos à machadada

Ezequiel Gomes matou mãe e filha em Teixeirópolis, furtou a motocicleta da vítima e fugiu da cidade. Policiais de OPO o localizaram e prenderam.

O juiz de direito Carlos Roberto Rosa Burck, da 1ª Vara Criminal de Ouro Preto do Oeste (RO), presidiu nesta quinta-feira (13) o Tribunal do Júri para o julgamento de Ezequiel Alves da Silva, 29 anos, autor do duplo homicídio ocorrido no dia 25 de março de 2020 na área urbana da cidade de Teixeirópolis - a 32 km de Ouro Preto do Oeste, um dos crimes mais bárbaro e monstruoso já registrado na comarca.

Ezequiel matou a mãe Ceni Gomes Froes, 39 anos, com quem ele tinha um relacionamento e a filha dela Samira Vitória Gomes de Jesus, de apenas 11 anos de idade, as duas foram cruelmente assassinadas dentro de casa. A menina teve a cabeça decapitada por um golpe de machado. Ezequiel Alves foi sentenciado ontem a 42 anos de reclusão.  

Depois de matar mãe e filha, Ezequiel fugiu de Teixeirópolis levando a motoneta que pertencia à vítima. Em um trabalho de investigação conduzida pelo delegado Niki Locatelli, equipe de investigadores da Delegacia Civil de Ouro Preto do Oeste localizaram e prenderam Ezequiel no distrito de Jaci Paraná, mas ele teve de ser deixado em Porto Velho, para ser indiciado por outro homicídio o qual ele era acusado de envolvimento.

Policiais encontraram uma cena macabra dentro da casa, corpos da mãe no quarto e da menina na sala com a cabeça decapitada por uma machadada

Para identificar e localizar o assassino, a equipe do Serviço de Investigação e Captura (SEVIC) da Delegacia de Ouro Preto do Oeste colheu imagens em que Ezequiel conduzia a motoneta até o posto de combustíveis, e abasteceu o veículo antes de fugir da cidade.

Após ser preso, em depoimento prestado já na Central de Polícia em Porto Velho, Ezequiel confessou o duplo homicídio. Ele disse que pretendia matar apenas Ceni, mas ao dar a pancada na cabeça da vítima que dormia na cama a criança acordou e o flagrou com o machado na mão, momento em que ele decidiu golpear a menina na cabeça.

O assassino confessou em detalhes que após uma discussão com Ceni disse a ela e para a filha dela que ia embora, mas saiu da casa de propósito, deu um tempo para a mulher dormir e a menina ir pra o quarto, e retornou se apossando do machado para mata-las.

A motoneta Honda Biz que pertencia a Ceni Gomes furtada por Ezequiel para fugir de Teixeirópolis, também foi recuperada pela polícia na cidade de Guajará-Mirim, e foi entregue a familiares da vítimas.

De acordo com a Polícia Civil de Rondônia, Ezequiel é réu em um homicídio ocorrido em 2019 na região rural do distrito de Jaci Paraná em que ele confessou o crime e respondia em liberdade.

 

Fonte: www.correiocentralro.com.br

Leia Também