Correio Central
Voltar Notícia publicada em 12/02/2024

Rapaz que assassinou o pai em Rondônia diz que não se arrepende e está feliz

O autor do assassinato de seu genitor afirmou também que enviou um áudio para o irmão informando que havia matado o pai

A Polícia Militar de Rondônia prendeu no início da tarde do último sábado Claudeilson da Silva, de 25 anos, pelo homicídio que cometeu matando o próprio pai Claudemir Ferreira de Souza, de 63 anos.

Claudeilson foi preso na fundiária de uma fazenda localizada na área rural de Vista Alegre do Abunã, distrito da capital Porto Velho, e admitiu que deu três pauladas na cabeça do pai.

No entanto, quando a PM chegou à Delegacia de Extrema com o autor do homicídio já havia vencido o prazo do flagrante, não tinha mandado de prisão preventiva ou temporária em aberto, o indivíduo foi liberado.

Claudeilson disse em entrevista ao portal Ponta do Abunã que matou o pai com três pauladas na cabeça, e embora a equipe da Polícia Técnico-Científica (Politec) tenha afirmado que a vítima sofreu um disparo de espingarda calibre 20 na cabeça, ele negou ter usado arma de fogo.

“Tinha dia que ele não deixava ‘eu’ dormir. Ai eu sai e dei três pauladas na cabeça dele”, falou. “Eu não 'se' arrependo não. Ele me abandonou bem pequeninho, miudinho, quando eu era pequeno. Ele não gostava de mim não”, continuou.

O autor do assassinato de seu genitor afirmou também que enviou um áudio para o irmão informando que havia matado o pai, depois pegou uma canoa e desceu o rio até a fundiária da fazenda aonde foi preso.

Ele também confirmou ao repórter que já havia puxado arma de fogo par seu pai.

Por fim, Claudeilson confirmou que faz uso de remédio controlado, mas que quando matou o pai ele estava tranquilo, e que esse não teria sido o motivo para o assassinato.

VEJA A ÚLTIMA PUBLICAÇÃO DA PÁGINA PONTA DO ABUNÃ SOBRE O CASO:

Imagens: foto/reprodução: Ponta do Abunã

Fonte: Ponta do Abunã

Leia Também