Correio Central
Voltar Notícia publicada em 20/10/2021

Governo de Rondônia transfere feriado do dia do servidor para 1º de novembro, véspera do Dia de Finados

Servidores trabalharão normalmente no dia 28 de outubro, dia do servidor público, e ganharão quatro dias de descanso consecutivos.

As repartições públicas da administração direta e indireta do Governo de Rondônia funcionarão normalmente no Dia do Servidor, 28 de outubro. Com o adiamento do ponto facultativo para 1º de novembro, véspera do feriado nacional de Finados, o funcionalismo será recompensado com o chamado “feriado prolongado” no período do último sábado de outubro (31) à primeira terça-feira de novembro (2).

A mudança de data consta da versão reeditada do Decreto 25.709, de 5 de janeiro de 2021, com a publicação de novo anexo alterando o texto original, que instituiu os feriados e pontos facultativos na administração estadual, e incluiu as datas comemorativas de criação e instalação dos municípios.

Assim, os 45.383 servidores estaduais, os 1.498 federais antigos à disposição do Estado e os mais de 5.591 transpostos trabalharão normalmente durante às comemorações da data, em 28 de outubro, folgando dia 1º de novembro, quando funcionarão apenas os serviços essenciais.

A Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep) avalia que  Governo também conseguiu manter em dia, mesmo em época de pandemia, os salários dos servidores ativos e inativos, ajudando  a fazer a economia girar por meio da manutenção do poder de compra dessa massa de consumidores.

Segundo o superintendente, Sílvio Luiz Rodrigues, a folha mensal de pagamento dos servidores ativos está orçada atualmente em R$ 243,1 milhões, a dos 10.197 servidores inativos em R$ 46,6 milhões  e que o Estado vem fazendo  uma economia mensal de R$ 17,9 milhões, após a União assumir a folha dos servidores transpostos do quadro estadual para o federal.

SANEAMENTO FINANCEIRO

De acordo com a Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), pelo segundo ano consecutivo, Rondônia conquista a melhor nota referente a Capacidade de Pagamento (Capag). A avaliação é da Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia, e indica que o Estado está com a situação econômica equilibrada, cenário propício para instalação de novos negócios.

O resultado consta no Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais – Capag 2021, publicado dia 15 de setembro e, na avaliação do governador Marcos Rocha, o desempenho fiscal e econômico do Estado, alcançado nos últimos anos, é resultado de ações bem planejadas e da honradez na aplicação de políticas públicas, onde a destinação dos recursos tem a primazia de atender as necessidades dos rondonienses. “Pedi sabedoria a Deus, reuni a equipe de Governo, e a orientação passada foi cortar todos os gastos desnecessários e assim criar condições para desenvolvermos Rondônia. Chegamos em 2021 com superávit de R$ 826 milhões, que está sendo investido nos 52 municípios do Estado”, disse.

Texto: Abdoral Cardoso - Secom - Governo de Rondônia

Fonte: www.correiocentralro.com.br