Correio Central
Voltar Notícia publicada em 02/07/2022

Vereador tenente coronel mata policial penal em confusão em Cuiabá-MT

O vereador passava de carro pelo local, quando presenciou um homem com uma arma em punho, apontando para uma mulher, ameaçando atirar contra ela. 

O vereador cuiabano Tenente-Coronel Paccola (Republicanos) matou a tiros de pistola um agente do Sistema Socioeducativo, na noite desta sexta-feira (1º).  

O crime, segundo a Polícia Militar, aconteceu nas proximidades do Restaurante Choppão, no bairro Quilombo, na área central de Cuiabá.

A vítima é o agente penal Alexandre de Barros, de 41 anos, conhecido como "Japão".

O homicídio qualificado aconteceu no início da noite desta sexta-feira (1º). 

A assessoria do parlamentar confirmou a informação por meio de uma nota.

Preliminarmente, segundo testemunhas contaram a policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o caso ocorreu por volta das 19h. 

O vereador passava de carro pelo local, quando presenciou um homem com uma arma em punho, apontando para uma mulher, ameaçando atirar contra ela. 

Paccola, segundo a testemunha, parou o carro, desceu e pediu para o policial penal soltar a arma.

Só que ele não teria obedecido e se virou para reagir contra o vereador, que atirou. 

Paccola, que é oficial da reserva da PMMT, segundo a Polícia, ficou no local aguardando as forças policiais, e se entregou para prestar depoimento.  

O vereador e a esposa do agente penal foram encaminhados à DHPP, na Avenida da Prainha. As informações são de Téo Gomes, do site Diario de Cuiabá

Fonte: Diário de Cuiabá