Correio Central
Voltar Notícia publicada em 20/01/2022

Polícia prende mulher que opera ponto de tráfico em Ouro Preto do Oeste (RO)

Polícia apreendeu na casa no Jardim Aeroporto 2 bicicletas, 6 relógios, semijoias e vários produtos que podem ter sido furtados ou roubados na cidade.

A Polícia Militar de Jaru conseguiu prender em flagrante Joelma de Oliveira e Silva, a “Jô”, ela foi presa quando deixava a cidade com destino a Ouro Preto do Oeste dentro de um táxi com uma porção de 124 gramas de crack, os policiais militares ainda apreenderam mais 674 gramas do mesmo entorpecente na residência de onde ela saiu, à rua Pernambuco, no Setor 04.

No outro dia, em Ouro Preto do Oeste, equipes de investigadores da Polícia Civil e do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar cumpriram uma ordem judicial de mandado de busca e apreensão na casa de Jô, localizada no Jardim Aeroporto, à rua Londrina.

Na delegacia de Jaru, Joelma se esquivou dos policiais e correu aproximadamente por uns 50 metros, até ser capturada. Na casa em Jaru onde ela pegou a droga havia dois menores que afirmaram ter entregado o entorpecente para a suspeita.

Segundo a polícia de Ouro Preto do Oeste, no local da busca no Jardim Aeroporto funcionava uma “boca de fumo” e foram apreendidos porções de crack, maconha, uma balança digital e saco contendo bicarbonato que foram jogados no quintal.

Joelma já foi investigada pela polícia por furto e ameaças. De acordo com investigadores, ela era casada com um caminhoneiro de quem se separou para se amasiar com um homem condenado por tráfico pelo juizado criminal da comarca, que cumpre pena no presídio local.

POLÍCIA APREENDE BICICLETAS, RELÓGIOS E ALGUNS ITENS NA CASA DE JOELMA

A polícia informa que na casa de Joelma localizada no Jardim Aeroporto, durante o mandado de busca e apreensão foram apreendidos duas chaves de moto; duas bicicletas aro 29, da marca Colli; seis relógios; caixa de som marca Mogi; três botijas de gás de cozinha; botija de gás de ar-condicionado; bolsa com semijoias; cartão bancário; sapato com lacre da loja; uma mochila Sport com uma pedra cristalina, segundo a polícia furtada em Ouro Preto do Oeste.     

Os produtos apreendidos na residência são de origem duvidosa e provavelmente sejam produtos de crimes de furto na cidade. A polícia espera que, com a publicação da prisão de Joelma e a apreensão, as vítimas que são proprietárias dos itens apreendidos compareça, à delegacia civil munidos de nota fiscal ou comprovação em documento de que são os legítimos donos.  

POLÍCIA DIVULGA PRODUTOS APREENDIDOS PARA QUE POSSÍVEIS VÍTIMAS DE FURTO OU ROUBO COMPARECAM À DP  

 

Fonte: www.correiocentralro.com.br